Carrinho de bebê: Como escolher o ideal!

Hoje vou falar um pouco sobre um item super importante no enxoval: O carrinho de bebê. O mercado oferece inúmeras opções, fazendo com que as futuras mamães tenham dúvidas em relação a qual escolher. Por isso já adianto: Não existe carrinho perfeito!

Muitas vezes o que é ótimo para uma mãe não se adapta a realidade de outra. O que não podemos é buscar o carrinho ¨da moda,¨ e sim aquele que preenche todos os requisitos para facilitar a vida após a chegada do bebê.

Após inúmeras buscas, optei por comprar dois carrinhos para o Rafael. O modelo quinnybuzz, que utilizei muito enquanto o Rafa era pequeno e ainda utilizo para passear na praia e parques. E também o modelo chiccoliteway que utilizo mais após ele ter completado um ano. É ótimo para usar em lugares planos ou com dificuldade de espaço como shoppings e restaurantes.

Essas foram as minhas escolhas:

Antes de comprar o carrinho de bebê é importante que seja levando em consideração alguns pontos:

Acoplação de Bebê Conforto: Os carrinhos maiores permitem que a mãe acople o bebê conforto nele, colocando por cima do próprio carrinho (foto 1) ou trocando a base (foto 2). Esse é um ponto super importante que geralmente os modelos guarda-chuva não possuem. E já adianto que utilizamos muito! Quando você sai do carro, retira o bebê conforto e seu filho muitas vezes nem percebe que mudou de ambiente. Você pode ir almoçar, passear, e o bebê pode continuar dormindo tranquilo.


Posições:
Uma diferença crucial entre meus dois carrinhos é a posição que o bebê fica e que muitos não se atentam na hora da compra. Alguns carrinhos só deixam que o bebê fique virado para “o mundo”, como é o caso do chiccoliteway. Por isso quando o Rafa era pequeno eu nunca usava esse carrinho. Quando eles são bem pequenos, queremos ficar atentas ao bebê o tempo todo durante o passeio, estimulando e conversando. Se o bebê fica virado para frente, a mãe não têm esse contato, e acaba tendo que parar o passeio para dar aquela espiadinha e conferir se está tudo bem. Por isso se você puder escolher um modelo que possibilite que o bebê fique virado para quem está conduzindo o carrinho, opte por ele. Tenho certeza que você não irá se arrepender.

 


Reclino: Comprar um carrinho que não reclina é um péssimo investimento! Quando recém-nascido o bebê dorme em média 18 horas, ficando muito mais confortável na posição reclinada. Quando começa a crescer, a criança utiliza o carrinho como forma de descanso, e acaba adormecendo nele quando o passeio é muito desgastante. Por isso é importante se atentar ao reclínio do carrinho de bebê na hora de decidir o modelo ideal.

 

 

Abertura e Fechamento: Aqui você deve levar em conta o seu dia-a-dia. Se você é uma mãe que sai sempre sozinha com seu bebê, o estilo “guarda-chuva” que abre fácil pode facilitar sua vida. Porém se você não abre mão de companhia no passeio, um carrinho que desmonta em duas partes pode ser também uma ótima opção.

 

 

 

Cor: O Carrinho geralmente é o item mais caro de um enxoval, por isso acredito que temos que levar em consideração a cor do carrinho também. Se você têm planos de ter mais filhos, opte por uma cor mais neutra, a menos que você não se importe em comprar outro carrinho depois.

Também é importante lembrar que o bebê irá sujar muito o carrinho e talvez cores claras realcem ainda mais a sujeira.

Ah, é importante lembrar que um carrinho de bebê bem cuidado pode ser doado para alguém que esteja precisando, e também pode ser vendido! Por isso vale um carinho e cuidado todo especial com ele.

E mamães, por favor, não esqueçam: Não adianta ter o carrinho mais moderno do mercado, e não deixar o carrinho travado enquanto parado e não utilizar o cinto de segurança corretamente. Os carrinhos mais indicados são os que tem cinto de 5 pontos, porque seguram bem o bebê e evitam que ele escorregue pelo carrinho. Por isso, dêem preferência aos modelos que possuam no mínimo 3 pontos.

Passear com eles é sempre um momento único, por isso não deixem que a função de montar carrinho, colocar cinto, tirar cinto e desmontar, atrapalhe o passeio de vocês!

 

Com Carinho,

Bruna Bongiolo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *