Frete Grátis para Sul e Sudeste a partir de R$ 249 | Frete Grátis para as demais regiões a partir de R$ 399
Mulheres incríveis para apresentar para as crianças

Mulheres incríveis para apresentar para as crianças

05 May, 2021

Já notaram como o mundo tradicionalmente enalteceu e enaltece muitos homens? Onde estão as mulheres da nossa história, que mudaram o mundo em seus campos de conhecimento e atuação? Aliás, você sabia que o GPS, os filmes em 3D, a voz sobre IP e outras invenções foram criadas por mulheres? Há, sim, um privilégio masculino que não está diretamente ligado à competência. Sabemos, é claro, que existem muitos homens competentes que merecem destaque. Mas há igualmente muitas mulheres com a mesma competência. A diferença é que a estrutura machista na qual estamos inseridos não permite que elas sejam enaltecidas. Mas não aqui. Apresento a vocês algumas mulheres incríveis que merecem toda a nossa reverência, cujas histórias podem ser contadas para as crianças. Começando pelo campo artístico, Carmen Miranda, a portuguesa que veio morar no Brasil, é sim uma pequena notável e irreverente. É uma história bem divertida para contar para as crianças, porque Carmen exercia sua liberdade como poucos. Muito brincalhona e curiosa, Carmem gostava de fazer concurso de xixi à distância com as meninas e de jogar futebol com os meninos, contrariando todos os padrões possíveis para a época. Cantora de sucesso nacional e internacional, é uma grande inspiração. O livro “Carmen, a grande pequena notável” conta bem a sua história. Se você possui filhos interessados em ciência, uma mulher incrível é Marie Curie, polonesa nascida em 1867 e pioneira nos estudos relacionados à radioatividade. Em 1903, juntamente com Pierre (cientista e também seu marido) e Henri Becquerel (outro cientista), dividiu o Prêmio Nobel de Física. Em 1911, ganhou o Prêmio Nobel de Química, tornando-se a primeira pessoa e a única mulher a ganhar o Nobel duas vezes em áreas distintas. Trazendo para o campo esportivo, o que podemos dizer da “rainha” Marta? A alagoana é não só a maior artilheira da história Seleção Brasileira de Futebol, mas também a melhor jogadora do mundo por 6 vezes (2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2018)! Seus títulos de melhor do mundo ainda não foram superados por nenhum outro futebolista. E Serena Williams? A tenista apelidada de “rainha das quadras” foi listada como número 1 do ranking mais de 6 vezes. Dentre tenistas mulheres e homens, é quem mais possui títulos do Grand Slam (35). Ganhou 4 medalhas de ouro em Olimpíadas. Como se não bastasse seu legado esportivo, Serena tem uma fundação (Serena Williams Foundation) para promover o acesso à educação de qualidade para crianças de famílias vítimas de crimes violentos. A mais jovem a ganhar o Prêmio Nobel da Paz, Malala Yousafzai é uma paquistanesa que luta pelo direito das mulheres à educação. Ela foi alvo de um ataque talibã quando tinha 15 anos devido ao seu blog “Diário de uma Estudante Paquistanesa”, onde escrevia sobre seu amor pelos estudos e as dificuldades vividas no Paquistão, país que proibia o acesso das mulheres aos estudos. Ela se recuperou e, em 2014, quando tinha apenas 17 anos, ganhou o Nobel. Sua história foi contada em um documentário disponível na Netflix, mas há diversos livros, inclusive o “Malala, a menina que queria ir para a escola”, publicado pela Companhia das Letrinhas. Dandara dos Palmares, Marielle Franco, Angela Davis, Bertha Luz, Greta Thunberg, Leila Diniz, Lélia Gonzalez. Poderíamos passar muito tempo aqui citando mulheres incríveis para apresentar para as crianças. Mas finalizamos com três boas dicas: A primeira é a Coleção Antiprincesas, da editora argentina Chirimbote, lançada em 2015 e que apresenta às crianças a biografia de grandes mulheres latino-americanas: Frida Kahlo (pintora mexicana), Violeta Parra (cantora chilena) e Juana Azurduy (boliviana que lutou pela independência da América Latina). Outro livrinho interessante é “Mulheres Incríveis Que Mudaram o Mundo”, que traz a história de Frida Kahlo, Malala Yousafzai, Anita Garibaldi, Anne Frank e muitas outras personalidades. O legal é que o livro conta as experiências dessas mulheres e propõem uma interação com as crianças por meio do jogo “Quem Sou Eu”. Saindo da vida dos livros, papais e mamães também podem contar a história de mulheres incríveis por meio de jogos. É o caso do KONTAÊ, um jogo de cartas que traz a história de vida de mulheres negras e protagonistas de sua própria história, como Antonieta de Barros (jornalista, professora e deputada estadual), Carolina Maria de Jesus (escritora) e Tia Ciata (“dona” do berço o samba no Brasil). É só baixar no link a seguir: Kontaê. Prontos para apresentar às crianças mulheres incríveis da nossa história? Não será por falta de indicação!
Título