Frete Grátis para Sul e Sudeste a partir de R$ 249 | Frete Grátis para as demais regiões a partir de R$ 399
Táticas para desenvolver senso de responsabilidade nas crianças

Táticas para desenvolver senso de responsabilidade nas crianças

19 Jan, 2022

Táticas para desenvolver senso de responsabilidade nas crianças

Desenvolver senso de responsabilidade nas crianças é algo que começa muito cedo. Ao longo dos meses, os pequenos começam a conquistar sua autonomia e independência em algumas atividades. Com isso, vem a necessidade de as crianças perceberem que têm responsabilidade em suas ações.

E tudo começa entendendo o que é adequado para cada faixa etária…

As atividades adequadas para cada faixa etária

Não adianta papais e mamães desejarem que seus filhos desenvolvam um senso de responsabilidade maior do que o possível para aquela idade. Uma criança pequena consegue, por exemplo, guardar os próprios brinquedos e roupas. Uma criança maior já consegue ajudar em algumas tarefas domésticas. 

A supervisão, pelo menos no início, é muito importante, ok? E, claro, não cobre perfeição, pois elas estão aprendendo e precisam sentir que vocês confiam nelas para aquela tarefa.

Olhem que legal essa tabela do site Vida Inovadora:

Ah! Não se esqueça de que todas essas atividades podem ser exercidas por qualquer criança, independentemente de gênero. É fundamental incutir esse valor desde cedo, já que é natural, em uma sociedade machista como a nossa, atribuir tais tarefas somente às meninas e mulheres. Se você tiver mais de um filho, distribua as tarefas igualmente entre eles.

E uma última dica sobre este ponto: cada criança tem o seu tempo. Não existe fórmula padrão para desenvolver o senso de responsabilidade na infância. Cada criança pode desenvolver um método próprio para executar tarefas, ainda que seja mais lento. Portanto, tenha paciência. 

Algumas táticas para desenvolver senso de responsabilidade nas crianças

Para que as crianças se tornem adultos responsáveis, é importante adotar táticas para desenvolver esse senso de responsabilidade. Ler historinhas e fábulas, por exemplo, é muito legal para esta finalidade quando a leitura vem acompanhada de reflexões. Por que o personagem se comportou daquela maneira? Por que ele é admirado? Isso ajuda a criança a compreender coisas básicas. 

O comportamento de papais e mamães também é determinante. É fundamental ensinar pela prática, já que as crianças observam as condutas dos adultos ao seu redor. Portanto, se vocês tiram um dia para, juntos, organizarem a casa, a criança começa a perceber que é uma atividade de todos. 

Desde cedo, faça com que elas entendam que existem direitos e deveres. Dessa forma, entendem que existem obrigações, desafios e frustrações.

Veja a seguir outras 3 práticas para desenvolver senso de responsabilidade nas crianças!

Ajude a criança a organizar a rotina

Determinar uma rotina é uma excelente prática para desenvolver senso de responsabilidade nas crianças! Ela ajuda os pequenos a perceberem que existe uma hora para fazer determinadas atividades. Além disso, mostra a eles que o dia pode ser melhor aproveitado com organização. 

Com a rotina organizada, é pouco provável que seu/sua filho(a) se atrase para a escola ou para outra atividade.

Torne as tarefas menos entediantes

As crianças relacionam muitas tarefas da sua rotina a algo ruim. Por isso, é interessante remover essa concepção de tédio transformando as atividades obrigatórias em momentos divertidos. Lavar o carro pode ser muito legal com uma “guerra de água de mangueira”, certo?

A partir do momento em que a criança fica mais receptiva, papais e mamães devem explicar que a atividade é importante para a família. Afinal, um carro limpinho por dentro o protege de mofo, poeira, coisas maléficas para a saúde. Aproveite o momento também para conscientizá-los sobre o uso da água.

Dialogue sobre as situações

O diálogo sobre as situações e as atividades obrigatórias é fundamental para a criança entender mais sobre responsabilidade. Neste ponto, o exercício da empatia é muito poderoso. Fazer com que ela se coloque no lugar do outro desperta muitas sensações positivas na criança.

Outra prática neste sentido é dar algumas opções de ação para o(a) filho(a) frente a uma situação e pedir à criança que decida sobre a que ela acha melhor. Depois, converse sobre todas as opções, perceba o motivo da escolha, e as consequências de cada opção. Assim, ela conseguirá entender que é preciso pensar antes de agir, porque cada coisa tem um resultado.


Quando papais e mamães não utilizam essas táticas para desenvolver senso de responsabilidade nas crianças, há grande interferência em seu desenvolvimento. A fuga da responsabilidade atrapalha bastante o crescimento pessoal.

Por isso, a família e os professores devem se manter atentos quanto à evolução da maturidade de cada um. Faça com que elas compreendam que essas atividades são positivas e não devem ser evitadas. Com amor e diálogo, é mais fácil! 

Você tem outras dicas para desenvolver senso de responsabilidade nas crianças? Compartilhe com a gente!

Título